terça-feira, 19 de novembro de 2013

Soneto a Meia Luz

Visualizações:


Eu só queria claudicar com palavras
a meia luz em algum bar, madrugada;
surgiu então meu poetar, minhas lavras,
compartilhei com meu irmão camarada.

Eu só queria conhecer Torres Vedras
a meia luz beirando o mar, aljofrada;
a poesia calcular com Pitágoras
a meia luz beirando o mar em Almada.

Eu só queria ter você em um abraço
fazer amor e estreitar nosso laço;
mas o que tenho é um fulgor de saudade

a caminhar tão só pela cidade
a meia noite com som de um curiango
ao meio dia com o sol e um calango.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...