domingo, 24 de novembro de 2013

De um Despertar Noturno

Visualizações:


O sono despertou a minha insônia
então passeio entre os vocábulos
e ainda há sonhos no meu travesseiro
cheios de incógnitas, cheios de falas.

Junto à noite vamos até a madrugada
então a estrela cadente incendiou-se
e ainda há algum mistério interior
cheio de palavras mágicas, sacras.

Vejo o futuro em minha xícara de café,
vejo seus olhos tão distantes em pensamentos
e é longínquo o devaneio matutino
cheio de fantasmas, monstros cotidianos.

Agora aguardo um novo sono que arrebata
e leva o corpo livre em desdobramento;
então viajo, então vou leve como o vento;
junto a Seres que indicam-me o caminho.


Jonas R. Sanches
Imagem: NASA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...