sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Alma Calada

Visualizações:


Ouço as gotas do lado de fora
é a chuva pra lavar a alma
é a alma em recolhimento
é o luto e são as asperezas

e a chuva ainda canta louvores;
pensamentos inanimados
tão calados que o vento chora,
seus cabelos voam no espelho

e das estrelas que brilham escondidas
no céu plúmbeo noturno
as enxurradas de São Pedro;
entre as últimas flores da coroa

de espinhos, de reis, do faraó,
entre as matizes de uma oração
aos mortos, aos vivos, aos santos
que vigiam no obscuro de uma poesia.


Jonas R. Sanches

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...