terça-feira, 22 de outubro de 2013

Soneto da Intenção das Palavras

Visualizações:


E a palavra da vida ao inanimado
então eis que é a literatura pura
ressuscitando o sonho já finado
e carregando a vida em sua  lonjura.

E a palavra contorna o indefinível
então eis que é viagem de um louco poeta
desanuviando o ente que é plausível
e espalhando as palavras do asceta.

Palavras, distrações e fantasia
são lavras dessa mente noite e dia,
são formas de viver conhecimento

e fica à mercê do entendimento;
palavras livres as interpretações,
palavras que vão ao âmago dos corações.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...