terça-feira, 15 de outubro de 2013

Odisseia

Visualizações:


Odisseias cataclísmicas
e um gole de frisante
tão gelado que dói a cabeça
e o pensamento congela
e dois tragos após
uma poesia;
saltitante
eletrizante
tão fria quanto eu
logo após o jantar
e o jornal vejo em quadrinhos
todos salteados
sem nexo algum
e a enfermeira chega as 4:30 da manhã
sem jeito algum
e se lamenta
e pede desculpas
olho suas pernas roliças
e faço um movimento leve com a cabeça
antes que eu me esqueça
que é noite e o vento uiva
por esses corredores de bactérias
e há frascos pra eu limpar os dedos
mas,
faço versos as entidades vagantes
que pululam frescas ao meu olhar
mas,
leio um livro sem pé nem cabeça
e adormeço antes do sol raiar.


Jonas R. Sanches
Imagem: Odisseia de Angelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...