quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Inferno

Visualizações:


Enfermo e o inferno
constante a crepitar
na alma e no olhar
que vigia meus passos.

Inverno e o inferno
constante no sol
rosado do arrebol
que chega sem avisar.

Incerto e o inferno
nos dias tão quentes
da boca sem dentes
que mastiga o meu pensar.

Império e o inferno
tão cheio de seres
querendo voltar
no tempo do vento e do mar.

Ingênuo e o inferno
no espírito sucinto
querendo expressar
a noite em um versejar.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...