terça-feira, 29 de outubro de 2013

Do Amor das Noites pelos Dias

Visualizações:


Do dia que se esvai um tresvario
e a mente que adormece febricitante
vislumbra o universo em um instante
e a sua resolução é um desvario.

Da noite que invade uma penumbra
e a mente então desperta a insanidade
despindo a roupa suja da inverdade
e a outra resolução é uma verdade.

Dos dias noites caladas e uma letra
tão muda que ensurdece todo planeta
e a greta por onde espio é tão estreita
mas, o espírito insiste em contemplar

o mar já revoltoso das minhas lágrimas
que invade com suas ondas o sentimento
fazendo de suas marés paz e tormentos
fazendo da sua bruma futuro incerto.

Das noites dias feridos e imaculados
tão vastos que já não vão a lugar algum
somente ficam inertes em suas clausuras
mas, o espírito insiste em libertação

das coisas fantasiosas e tão reais
que invadem com poesias minhas ações
fazendo dos versos afagos aos corações
fazendo até aonde eu não posso mais.

E enquanto o dia mastiga a noite;
a noite regurgita um novo amanhecer.


Jonas R. Sanches 
Imagem: Sheila Nogueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...