terça-feira, 29 de outubro de 2013

Das Vontades Não Resolvidas

Visualizações:


Virtudes já corroídas
e sentimentos avulsos
delinquências carcomidas
e um verso de vultos

assombrando meus dias
tão calados
tão cheios de vontades
que são só decepção,

sem amor na contramão
sem dinheiro e sem sorriso
sem vontade e indeciso
na sequência dessa fossa

que deságua em minha corsa
que se faz em poesia
que é só melancolia
e depois eu adormeço

e n’outro dia já me esqueço
do que foi
do que será;
será fim ou um começo

desse inferno onde padeço
sem flores nem temporais
e os dias são iguais
àquele que é o recomeço

daquilo que não mereço
daquilo que já não é
no profundo que eu quiser
e depois já não é nada

só fruto da madrugada
e a mente fortuita
e a estrela que é bonita
foi o final dessa escassez

foi presságio de alguns reis
que servi em outras vidas
e hoje a cruz é só ferida
e hoje o dia terminou.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...