sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Abstrações Vagarosas

Visualizações:


Vagarosamente glórias
tão abstratas quanto eu
e a caneta e o caderno
em um bafo de verão
ou um trepidar de inverno.

Vagarosamente ela passa
tão abstrata quanto os sonhos
e sua saia rodada balança
em uma suave dança
e seu sorriso é tal qual criança.

Vagarosamente a primavera
desabrochando abstrata
entre bochichos de rosas
entre olhares de violetas
e o amanhã será mais cores.

Vagarosamente a poesia
tão abstrata quanto meu sentir
que é tato e contemplação
que é amor e é coração
titubeante entre estrelas.

Vagarosamente vou partir
e deixarei abstrações múltiplas
e deixarei distrações rútilas
e nas palavras derradeiras
uma marca indelével de mim.


Jonas R. Sanches
Imagem: Horst - Fischer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...