sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Fulminante

Visualizações:


Tão fulminante como a morte
a vida passa intrinsecamente
e deixa a alma desorganizada
e meu coração bate... Bate...
Sem saber se é noite ou dia
às vezes se apertando em agonia
outras se apaixonando loucamente,
mas é assim, como poesia
que passa a vida fulminante
intrínseca como a morte,
e deixa meio turvo meu olhar
que captura reflexos das nuvens
e guarda-os em uma caixa de sapatos.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...