segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Quando a Esperança Partiu

Visualizações:


Foste como um sonho aquele olhar
mas, da voz longínqua nada restou
e meu coração ficou vazio de saudade
dos tempos onde corríamos entre as estrelas.

Agora é somente uma imagem desfeita
dentro da mente, dentro dos espelhos,
dentro do reflexo diáfano d’uma poesia
escrita em caderno de folhas da minha infância.

Queria poder reencontrar a esperança
e com gesto de nova temperança
fazer renascer em mim um novo sol
que ilumine e aqueça essa alma fria e obscura.

Eu me apeguei a sua promessa
mas, você esqueceu-se de voltar
agora nas minhas entranhas estranhas sensações
como se fosse a morte por tristeza.

Foste como um sonho aquele olhar
mas, tornou-se pesadelo súbito
e as noites já não são convidativas
pois meu leito de espinhos já não pode se calar.

Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...