sexta-feira, 3 de maio de 2013

Sangue no Caule de Espinhos

Visualizações:



Na rosa o sangue no espinho
do amor fugidio que partiu
sem ao menos a despedida
e o que foi doce agora é ferida
que se abriga ao peito indecente
que se desfaz no ardor descontente.

Na rosa o sangue no espinho
e nos olhos um brilho marejado
de um lamento do passado
que se foi entre pétalas de outono
e o que era já inexiste ao coração
e o que foi era somente paixão.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...