quarta-feira, 3 de abril de 2013

Partes Partidas de uma Vida Fragmentada

Visualizações:



Parte de mim é escrita
que é alma nua que grita
e palavras assim regurgita
nas páginas de um existir.

Parte de mim quer partir
e é a alma ansiando liberdade
outra parte é a pura verdade
nas páginas das calamidades.

Parte de mim é magia
outra é a alma que recria
nos caminhos de Ourobouros
o mesmo final e o mesmo início.

Partes que partem de mim
e retornam em asas polidas
revoadas gritadas de vidas
pelas nuvens de um amanhecer.

Partes das partes dessa poesia
dividida e juntada em alegorias
tão metafóricas ao ininteligível
tão vazias de luzes e de alegrias.

Partes paridas no ventre do espaço
derramadas de estrelas azuis
entre o tempo e a pedra que reluz
na cajado e na cruz do iniciado.

Partes da história esquecida
relembradas ou inanimadas
de mil mortes ressuscitadas
nesse caminho eterno de alegações.

Parte que eu também partirei
e ao meu âmago retornarei
em introspecto pelas entranhas
para com os anjos ter uma barganha.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...