sábado, 27 de abril de 2013

Jaz

Visualizações:



Tão cataclísmico o pensamento
que devaneia solitário pelo vento
entrecortando subterfúgios
ou apenas fazendo revoadas de mim

entre os pássaros amargurados
procurando novos verões
e morrendo em asas decepadas
junto a tal liberdade de expressão.

Olhares grifados entre as linhas
de um pergaminho esquecido
onde existem símbolos abstratos
de uma realidade além do comum

por onde se ocultam verdades
ou apenas um esquecimento
de tudo aquilo que o sábio batalhou
buscando a liberdade de sua alma.

Famigerados sentimentos idos
destituídos de seus inúteis ruídos
já tão contorcidos pelas distorções
sônicas que é um canto universal

que ressoa e ecoa pelos tempos
e deixa pegadas e um rastro de estrelas
ou somente um grão dessa poeira
dos meus corpos que viveram e jazem aqui.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...