quinta-feira, 18 de abril de 2013

A Moça que Passa nas Vias Siderais

Visualizações:


Vejo na moça que passa
um andar gracejado
de um corpo torneado
e uma tez de veludo;

e meu olhar a percorre
e nem Deus me socorre
nesse sentir inexato
de pensamentos abstratos.

Vejo na moça que passa
um sorriso serelepe
de um rosto divinal
e cabelos cor de mel;

então eu tiro o chapéu
e a cumprimento charmoso
e o seu olhar tão dengoso
me retribui em timidez.

Vejo na moça que passa
um dialeto feminino
então volto a ser menino
e atrevo-se a se apaixonar;

mas ela passa e se vai
e eu no meu continuísmo
a escrevo em minha poesia
em versos de infinita alegria.

Vejo na moça que passa
o reflexo da minha solidão
que titubeia o coração
tão frágil as dores da paixão;

então eu fico a imaginar
eu me perdendo em seus braços
mas não sinto o seu abraço
e minha alma recolhe-se só.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem - Poseidon's Light by vvmasterdrfan

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...