sábado, 6 de abril de 2013

A Flor Dolorida da Alma

Visualizações:



Da dor a flor do aprendizado
e o corpo judiado aos dias passados
que deixaram marcas e arrebataram
a alma para lugares inimagináveis.

Da dor algoz que dilacera
o corpo que em guerra fatídica
se enleva nas coisas anímicas
e é fato que há desembaraço.

Da dor sem socorro onde morro
e desfaço meus laços do corpo
que absorto em um transe pesado
transmuta-se à luz aliado.

E às letras algures contorcidas
pelas vidas que pagam pecados
pelos anjos tristonhos alados
que acompanham a esfera terrena.

Seja a dor essa luz meu emblema
ou um sofrimento real demasiado
de um caminhante já iniciado
pelos mistérios e revelações.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...