sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Vá Embora Malograda Solidão

Visualizações:



Ditames de uma solidão opaca
e rasgaduras em um peito  cansado
de tanto sofrer de amor; de dor
e, a fé que era tamanha agora é pouca.

São mares de sensibilidade que deságuam
de dois olhos chorosos e castanhos
que miram o horizonte esperando você
mas, agora é tarde e o sol já foi deitar.

Catarses diluindo meus sonhos antigos
agora longínquos e desabitados
de esperanças desfeitas pela realidade
e, o que me resta é uma réstia de vontade.

Vá embora solidão melindrosa
sentimento sem escrúpulos e malsãos
se arrastem pra fora do meu coração
que sofre calado essa velha nostalgia.

Vá embora sentimento angustiante
e me deixe aqui recordando os risos
que é do que eu preciso para melhorar
essa sofreguidão constante prestes a matar.

Vá embora, por favor, sorrateira solidão;
se extingue de mim, liberte o meu ser,
devolva a ânsia de querer vencer e viver
e, os meus quereres mais augustos reviver.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...