sábado, 16 de fevereiro de 2013

Rústico

Visualizações:



Ouço a música
tão rústica
de um roçar do ossos
e de um certo ócio

sem prognóstico;
semente germinando
é o cantar da vida
quase linda

do som da flauta
na nota que falta
para anoitecer,
para amanhecer

ou então o endiecer
na palavra inexistente
e o verbo suplente
em voz de gente

e na cor do transparente;
e é sem melodramas
as guitarras ardidas
e os tímpanos avulsos

olvidam coisa nenhuma
mas, os gritos e gemidos
calaram as velhas donzelas.

Ouço a música
e existem ecos
reflexos dos ossos,
mortos e calabouços,

cadafalsos e cadáveres
numa cena de guerra
numa cova na terra
ou em um campanário;

e ouço os sinos
a missa vai começar...


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...