sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Vertiginoso

Visualizações:



Vertigens da noite sonhada entre sóis
de luas desgastadas no meio da estrada
e uma luz prateada e olhar de soslaio
clareada por raio que surge doirado;

e a mente que urgente grita despercebida
e retumba ecoando no campo o som do trovão
que estremece e esvai-se no azul firmamento
com som de trombetas levados ao vento.

Vertigens do espírito que busca o infinito
de um todo entalhado no cosmos guardando
sementes de vida e de luz insurgente
que germina na gente que segue trilhando;

o caminho sozinho da alma liberta e guiada
que evolui e transpõe todos os obstáculos
e desprende da terra em fera desagrilhoada
e se guarda às madrugadas em febril tabernáculo.

Vertigem que invade meu dia e transborda
na orla do mundo entre ondas e maresias
letras arredondadas a formar poesias
de versos complacentes semeando alegrias.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Burton Holmes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...