terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Feliz Ano Novo

Visualizações:



É meio que muito porreta
essa confraternização inócua
regada a embriaguez inútil
que eu assisto quase pasmo.

É meio que quase fodástico
esse insano e frenético festim
que não leva a porra de lugar algum
e que não me deixa adormecer.

Mas, sou só um canalha solitário
e, a festa faz bem aos egos cercaneios
enquanto a trupe segue essa senda
toda estraçalhada pelo comemorar.

Viva essa hipocrisia festejada
que vomita infelicidades amanhã
que esquece da fome pútrida
que reflete essa miséria capitalista.

Viva esse insano sistema falho
que ilude através da manipulação
noticiada na bosta da televisão
que lava os cérebros escravizados.

Viva o ano que chega e herda
essa desigualdade doentia
do ano passado e do retrasado
e do mais antigo registro humano.

Será que vale a pena essa poesia?
Será que é justo cantar essa mentira?
Será que amanhã será ano novo?
Acho que continuará do mesmo jeito.

E no beco sem dignidade e sem eletricidade
um esquecido maltrapilho morreu de fome e de frio...


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...