terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Céus nos Mares de Flores

Visualizações:



Um céu que é um mar suspendido
planando destemido pela vastidão
e os peixes são sonhos reais e alados
nadando nas nuvens trocando a estação.

Um mar que é um céu derretido
banhando as infindas encostas
e os pássaros são barcos a deriva
aportando em longínquas respostas.

Florestas de poses nos galhos frondosos
e os escaravelhos zunindo são as orações
de um povo invisível que canta nas matas
zelando e lapidando no fundo dos corações.

Regando a paisagem a chuva regente e miúda
que é a mãe dessa bruma repleta de imaginação
que enche as mentes abertas de luz em ribalta
e transmite em palavras e versos pura sensação.

Agora é noite e transpassa as estrelas vermelhas
dos olhos de um curupira que grita seu uivo caipira
e amedronta o condado e o bicho caçado é só alegria
e um riso mateiro e matreiro completa a melodia.


Jonas Rogerio Sanches
Imgem: OKEGAIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...