sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Acordando Sonhos Abissais

Visualizações:



Vim dos sonhos amanhecidos
trazendo auroras e sóis doirados
também estórias de leões alados
que um dia contei em uma poesia.

Vim de mansinho para olhar estrelas
e olhar os olhos da mãe matutina
que beija o crepúsculo toda vespertina
e orvalha os jardins desse jogo sem fim.

Vim te trazer o perfume das rosas
com o acordar dos pássaros em algazarra
levando a penumbra que é tão bizarra
embora e, trazendo um sorriso e um despertar;

e um beijo poético que nascido do espaço
das minhas viagens astrais tão pulsantes
que mudam-me muito, além do tempo
que lapidam-me os olhos, além dos ventos.

Vim trazer ao seu dia lascas dos meus versos
que vieram profundas com meu remetente
com letras de prata e pingos de diamante
qu’eu trouxe da galáxia que tenho por amante.

Agora me banharei nos raios solares reais
enquanto o mundo acorda e faz seu rastro
enquanto eu morro e deito em alabastro
e os anjos partem em cantigas abissais.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...