sábado, 6 de outubro de 2012

É Sempre Saudade

Visualizações:



É saudade que sinto
daquele ar tão salgado
daquela brisa no rosto
daquele encanto do mar.

Saudade grande e dorida
daquelas ondas de vida
onde curei as feridas
nas brumas da maresia.

Saudade daqueles dias
que esperava seu retono
e o som do sino no portão
fazia vibrar o coração.

Saudade do seu olhar
e do jardim de nossos vasos
da varandinha e da lua
que vinha junto de nós brindar.

Saudade é coisa matreira
acompanha a vida inteira
quando se ama é certeira
ficando longe do amor.

Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...