sábado, 8 de setembro de 2012

Só Mesmo a Ferida Aberta pra Inflamar a Vida

Visualizações:



Várias vezes a morte
e os dias inacabados
e o grito calado
de uma voz muda...

Tentando amanhecer
apesar da vida
eu e os cachorros
sem máscaras.

Na cabeça várias
doses e dores
álcool evaporado
poesia embriagada.

Ladainhas não mais
porres e resguardos
e, Led Zeppelin
estremecendo.

Garimpando pelado
na alcova
essa dança
essa solidão...

Queria ter morrido mais vezes,
e quebrado as arestas do mundo...

O resto depois da curva é muito foda.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...