domingo, 9 de setembro de 2012

A Brisa Mágica na Ravina Esquecida

Visualizações:



Revejo o sol de antes
e a sombra da vida descanso
para continuar a senda
e gargalhar com os pássaros.

Eu revisitando meus poemas
tentando encontrar as flores
e resgatar aquela certeza
de um mundo de índole pacífica.

Letras gravadas e esculpidas
em papéis de carta e pergaminhos
as palavras tristes vou desvanecendo
e cultivando olores e asas oníricas.

Poesias simples e delgadas
escritas a luz translúcida
em madrugada despótica
copiada de uma ilusão de óptica.

Revejo o mesmo sol de antes
mas a noite a pino desnorteia
e salutar é a brisa na ravina frívola
e meus pensamentos flanam.

Agora eu revisitando meu espelho
alucinante aventura de recolhimento
vejo sóis, vejo galáxias inteiras de vida
e dois planetas gêmeos no meu olhar.

E na redoma diária os passos seguem flutuantes...


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...