sábado, 25 de agosto de 2012

Gélida Saudade

Visualizações:



Hoje o frio roubou as cores do dia
o céu rajado destituiu os tons
vejo todas às nuances vazarem nas chuvas
e o vento em rebento tem cor de solidão.

Hoje o frio multiplicou minha saudade
de cinza esboçou meus sentimentos
como eu queria seu raio de sol
em pleno afago aquecendo o coração.

Hoje o frio grita um inverno rigoroso
e nas manhãs a relva em brilho congelado
neblina que turva os meus sentidos matinais
frente à lareira me resta meditar e poetizar.

Então versejo em rispidez sã e congelante
vestindo as luvas que me deste no verão
anseio gélido que vigora em minhas lembranças
é o que me resta para transcender nossa distancia.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...