quinta-feira, 19 de julho de 2012

Nebulosa de Orionte

Visualizações:



Primórdios de vidas de um ventre
Que gera estrelas e pulsantes corações
Sou nebulosa inigualável de Orionte
As minhas cores refletem imensidão

Olhe-me bem nos olhos e imagine
Que já fui muitos mundos em colisão
Hoje a harmonia em movimento fez-me madrinha
Jorrando mundos novos e constelações

Tenho uma invejável utilidade no universo
Pois em Noús fiz-me manifestação
As minhas entranhas são hoje as luzes do amanhã
As minhas estrelas são um legado da criação


Jonas Rogerio Sanches

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...