terça-feira, 26 de junho de 2012

Cortejo de Passarinho

Visualizações:





Ouço um trinar tão comovente à goiabeira
E ao chão dois a dançar em viravoltas
Tentando conquistar a passarinha
Que mostras as vestes coloridas de ribalta

Corteje a dama em rastros e elegância
Em sua disputa ao espalhar de sua espécie
Estuda o outro entre cantares e tenores
A natureza entrecortada de amores

Esquenta o sol e o espetáculo é incessante
Como dois deuses imortais em suas batalhas
E lá nos galhos a cortejada exibe as plumas
Como uma donzela que ainda guarda sua candura

Lá vem o crepúsculo e surgirá o vencedor
Dois já exaustos demonstrando seu teor
Mas um somente saíra o premiado
E voarão livres pelos céus enamorados

Jonas Rogerio Sanches

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...