quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Ritual

Visualizações:



Todos os encantamentos foram desfeitos
Na madrugada fria ao som da flauta
Naquele altar de velas, cores e incensos
Onde a luz purificou a espada sagrada

O sangue quente fervilhou nas veias
Perante a perene visão de seres
Que como fluídos se aproximaram
E exalaram os olores místicos do invisível

E a mágica dos elementais determinou
Que uma rosa nasceria em cada cruz
Para aliviar todos pesares que jazem
Sobre os ombros cansados do buscador

Novamente a vontade fortaleceu-se
E inquebrantável tornou-se o cálice
Onde estava contido aquele espírito
Que lentamente se lapidava


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...