segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Quase Morte

Visualizações:



Encontrei-me diante do infinito
Vasculhando o eu finito
D’onde calei aquele grito
Que ecoou durante dias pelo túmulo

Mas ainda não morri por inteiro
Minha centelha se escoou pela fresta fria
E juntei-me novamente aos astros
Deixando vestígios e uma história

Renascido de uma morte mal morrida
Ressurgi em novas vestes de luz
Agora o caminho recomeça tênue
E outra vez aprenderei a andar sozinho

Deixarei os ventos do norte indicarem-me a direção
Por onde seguirei destemido e feliz
Em busca das lendas que um dia acreditei
A procura do reino que um dia abandonei


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...