sábado, 25 de fevereiro de 2012

A Lenda de Amor dos Destemidos

Visualizações:



Naveguei solitário pelos mansos rios
E desagüei pleno em seu coração
Aonde eu me abriguei de toda tristeza
E refiz-me baseado em nossa pureza

Agora juntos velejaremos pelos mares
Impulsionados pelos rubros ventos da paixão
Contemplaremos um ao outro até a alma
Protegeremo-nos de toda mágoa e insatisfação

E todas as noites vigiaremos as estrelas
Que como raras jóias enfeitam o firmamento
Nas madrugadas prateadas voaremos
Pelo infinito... Sem nos perdermos

E às profundezas do oceano convidativo
Visitaremos todos os reinos desconhecidos
Conheceremos o Deus Netuno e suas filhas
Também Atlântida e suas maravilhas

Uma promessa então faremos para as Sereias
Para eu ver a nossa história eternizada
E o nosso amor pelos tempos será conhecido
Como a Lenda de Amor dos Destemidos


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...