segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Sopro de Vida

Visualizações:

A pluralidade da vida
Refletida nas cores e no suspiro
De um corpo cansado no leito
Respiração final de um peito

Despido de arrependimentos
Descansará o espírito eterno
Ansioso por renovar-se
E vestir-se de luz e alvura

A pluralidade da vida
Dispersa em cada caule seivoso
Em cada pétala perfumada
Onde habita o perfeito e o belo

Guardado na semente os genes
Do sublime... Do perene
Enterrado no seio fértil da terra
Aguardando o sopro divino

Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...