sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Pérolas

Visualizações:

Pérolas e espinhos pelo caminho
D’onde arranco risos e lágrimas
Jóias raras em um pergaminho
A desvendar-se num copo de vinho

Pérolas e pássaros embriagados
De um licor de vida longa
Amores distantes sempre ligados
Numa sinfonia... Emaranhados

Pérolas e sangue nas mãos do rei
Que desvaneceu em sua ganância
Ideais escassos de perseverança
De uma palidez sem esperança

Pérolas de luz em meu coração
Refratadas no prisma incolor
Levadas pelos ventos noroeste
Até os lábios do meu amor

Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...