quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Peregrino

Visualizações:

Sou peregrino e de bagagem
Carrego a pena e a caderneta
À tarde paro na estalagem
Pra dispersar as minhas letras

Sou peregrino e poeta
Minha vontade é minha coragem
O pensamento é a flecha
A indicar minha viagem

Sou peregrino incansável
Caminho as vias da existência
Meu coração sempre implacável
Ensina-me a paciência

Sou peregrino apaixonado
Elevo o nome dela aos astros
Juntos andamos pela areia
Ondas apagam os nossos rastros

Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...