domingo, 15 de janeiro de 2012

Movido a Poesia

Visualizações:

Enxergo os versos em qualquer canto
Na flor, na cor e até no pranto
A poesia que voa igual passarinho
Letras enroscadas na roda do moinho

Malabarismo de rimas e encantamentos
Palhaçadas no circo dos inventos
Redemoinhos de cordéis ao vento
Todos repletos de poéticos sentimentos

Palavreados de muitas culturas
Desde o nordeste ao sul do Brasil
Estrofes de rara formosura
Todas misturadas ao olor primaveril

Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...