domingo, 11 de dezembro de 2011

Tortuosa Espera

Visualizações:



Tão triste como a chegada do outono
Foram os últimos fins de tarde
Nas noites já não existe o sono
Sinto apenas falta de minha metade

Os pensamentos levam-me somente a você
Minha alma gélida buscando seu afago
Sem seu abraço já não posso adormecer
Todo meu ser sente-se dilacerado

O meu consolo é saber que mesmo longe
Estamos ligados por força inquebrantável
O sorriso em meu rosto discreto se esconde
O meu semblante torna-se menos amável

Resta-me lembrar sua presença ao meu lado
Vivo em meu peito crepita o amor
Coração que espera em ritmo alterado
Estar junto de ti minha Violeta Flor


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...