quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Poesia do Amanhecer

Visualizações:


Deixo escorrer as letras pelo tempo
E o que fica é somente um esboço
Sentado à luz noturna ao relento
Ao lado desse antigo poço

Um brilho surge no céu
E na penumbra me faz companhia
Ao vento sussurros de Ravel
Natureza, pureza e mestria

Ao leste a primeira certeza
De um dia que nasce na aurora
O sol vem reinar em beleza
E a lua chorosa vai embora


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

3 comentários:

  1. Jonas... magnifico!!!
    Aplauso carinhoso meu amigo!!!
    Ficou simplesmente magnifico!!!***

    ResponderExcluir
  2. Iluminada e linda poesia!!!Belíssima! abraços,chica

    ResponderExcluir
  3. quanta beleza...esta poesia é uma leitura que sempre se renova. bjuuu poeta

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...