domingo, 11 de setembro de 2011

Velho Índio

Visualizações:


Vi num sonho aquele índio
Logo adiante em minha trilha
Com semblante contorcido
Preparando sua armadilha

Curioso, fui chegando
Observando os movimentos
Executados com destreza
Com rapidez e certa leveza

Com um sinal pediu silêncio
Aquele gesto eu compreendi
Com outro gesto me pediu
Pra me aconchegar ali

Obedeci sem pestanejo
Para aprender de sua arte
Conhecimento é o meu desejo
Nos pensamentos baluarte

Ali eu vi grande equilíbrio
Daquele Ser com a natureza
Homem humilde e exímio
Que desconhece a avareza

Nobre tal qual escrita rara
Que se perdeu em nossa era
Com o homem branco se equipara
E com amor cuida da terra

Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Um comentário:

  1. Jonas,a sabedoria dos índios é mesmo maravilhosa e quanto temos a aprender com eles com relaçao a natureza!Bela poesia!Bjs,

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...