sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Amor e Karma

Visualizações:


A saudade é tanta em meu peito
Que traduz-se em poesia
Tanta falta sua presença
Que causa-me agonia

Tento então manifestar-me
Nesses versos que me aprazem
Sem você perco meu charme
Minhas palavras se desfazem

Deito então eu só no leito
Mas a mente sempre em ti
Espero o sono que liberta
Nosso encontro em hora certa

Nossos corpos mesmo longes
Estão sempre em sintonia
As ligações de nossos karmas
São além da letargia

Almas gêmeas em reencontro
Um brinde cósmico abençoando
Anjos luzentes ao nosso encontro
Amém foi dito, está consumado

Jonas Rogerio Sanches


2 comentários:

  1. Ah meu Suricato quantos poemas lindos, sinto orgulho de ser sua musa, estaremos juntos sempre mesmo nas adversidades, ou quando vc pensar que estou distante é quando estou mais perto do seu coração, meu grande e único amor! bjusssssssssssss

    ResponderExcluir
  2. oi poeta...ate que enfim cheguei aqui...vim visitar e deixar bjuuu pelos belos poemas... ate...bju na Elsy

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...