terça-feira, 31 de maio de 2011

Doce Silêncio

Visualizações:


Silêncio total em minh’alma
O corpo como que adormecido
Ao longe o barulho da fauna
Em mim estou me fundindo

Uma luz suave envolve-me
Sinto no corpo leve torpor
Sensação doce que me acalma
Meu ser transparente irradia amor

Liberto,  percebo-me fora de mim
Cercado de pássaros num belo jardim
No ar um olor de puro alecrim

Que força é essa que me leva além
De tudo que vivo... De tudo que sei
Tão longe do reino, onde não há mais rei

Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

3 comentários:

  1. ÓLA MENINO POETA!!!JA FAZ TEMPO MAS VOLTAMOS A NOS ENCONTRAR,,LINDO POEMA JONAS,VIM FAZER UMA VISITA E AGRADECER SEU CARINHO E ATENÇÃO,
    VIM TAMBEM RESGATAR O SURICATO E LEVAR AO MEU BLOG SE ME PERMITE,DEIXO MEU LINK POR AQUI TAMBEM
    UM GRANDE ABRAÇO MEU CARINHO UM ABRAÇO
    MARLENE

    ResponderExcluir
  2. Adorei, então o sem rei. Que reino maravilhoso esse, onde me sentiria orgulhoso de estar presente, para além da mente.
    jojokas

    ResponderExcluir
  3. A força que está dentro de você e pode te levar a qualquer lugar. =D

    Lindo poema, parabéns

    Nina

    www.devaneios-fragmentos.blogspot.com
    ஜCaixinha de Sentimentosஜ

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...