quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

A Verdade de Cada Um

Visualizações:


A inocência se dissipou
O mistério foi revelado
A parábola compreendida
E o ser purificado

Transcendeu à linha da vida
Desfigurou-se em lumes e cores
Sua essência antes contida
O libertou dos dissabores

Suas dúvidas se esclareciam
A cada passo dado
A verdade transparecia... Mas somente sua verdade

Verdade que luziu pra si
Mas ao outro foi incompreensão
Pois ainda estava preso... Em sua superstição

Jonas Rogerio Sanches
Imagem :Jonas R. Sanches

Um comentário:

  1. Amigo jonas que importa para um poeta que ama
    a incomprienção alheia quem sabe o que sentomos
    somente nosso interior nosso coração nosso eu mais profundo,a incomprienão alheia são detalhes de que
    não podemos nos furtar mas dai a segui-las a nos
    deixar magoar por ela,a que se pensa,força
    eluz para vcs um abraço com carinho
    amarlene

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...