terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Eflúvios

Visualizações:


Eflúvios da consciência
Desmistificantes emanações
Que transpõe de minha poesia
Para desanuviar os corações

Doutrinas de um poeta
Versificando e diversificando
Servindo-se de uma caneta
E o intelecto pairando

Que surjam ensinamentos
Forjados e adaptados
E se esparjam aos quatro ventos

Mas fique a evidência
E elucidações em cada um
Ou desapareçam e fiquem sem nenhum

Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Um comentário:

  1. Saudações amigo poeta,que te vajas biem,
    bela e singela sua poesia,seu poema encantador,
    adoro ler seus versos,inspirados no amor
    atenciosamente sua amiga Marlene

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...