sábado, 1 de janeiro de 2011

Cárcere de Amor

Visualizações:


Ao seu lado contemplo a lua
Enlaçado em seus braços
Entre beijos e abraços
Minha carne é só sua

Nesse cárcere de amor
Onde sua luz me trás cor
No tocar em sua pele
Sinto a maciez de uma flor

Rendo-me ao seu perfume
Minha deusa, meu lume
Pra enfeitar sua noite
Buscarei vaga-lumes

E no amanhecer
Pra alegrar seu viver
Trarei borboletas
Pra enfeitar o seu ser

E nesse ciclo tão belo
Estaremos juntinhos
Pois te amo e quero
Dar-te muito carinho

Jonas Rogerio Sanches

Um comentário:

  1. ÓLA amigo poeta lindissima poesia que Deus te
    conseda no decorrer do ano novo inspiração sempre
    mais iluminada para nos encantar com teus versos
    de amor de belezas incomparaveis.
    atenciosamente, Marlene

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...