terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Desatando Nós

Visualizações:



Encarcerado em si mesmo
Ele limita-se a rotina
Não ve mais beleza em nada
Somente em pranto desatina

Mas surge força e coragem
Se debate em libertação
Quer continuar sua viagem
Traz a si a condição

Buscando alento e coerências
Se revigora na jornada
Vive um retorno ao presente
Pois no passado se atava

Olha com garra pra batalha
Que em trovas cruza seu destino
Se recorda das origens
Quer continuar subindo

Cada degrau que é galgado
É um torpor de redenção
Torna-se grande ser alado
Rumando a graça da ascensão


Jonas Rogerio Sanches
Imagem : Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...